Stress e Comida

Stress e Comida

Saúde

 

Todos sabem que você é o que você come, ou seja, a sua qualidade de vida depende muito do que você come ou não, no seu dia a dia.

Relação de stress e comida.opção de dieta

Quando estamos estressados somos sujeitos a comer mais do que o recomendado, isso acontece principalmente quando estamos de dieta!

E o porquê disso é que a comida nos dá uma sensação de alivio imediato, pois quando você está de dieta, ainda não está com seus sinais biológico totalmente controlados para enfrentar os problemas cotidianos.

As pessoas que comem quando tem fome e deixam de comer quando estão “cheias”, estão em total sintonia com seus sinais biológicos do seu organismo.

Essas pessoas em situações de stress não sentem fome, de forma alguma. A resposta ao stress revela a importância do uso de formas para o controle de peso, que reduzam a restrição alimentar e privilegie o consumo de frutas e verduras.

Ou seja, algumas pessoas quando estressadas, tendem a consumir comidas mais calóricas, e esquecem das frutas e sucos naturais, sem contar que sucos naturais, frutas e legumes diluem as calorias ingeridas durante as sessões de stress.

 

A seguir algumas dicas para você manter uma vida saudável.

  • Tente variar o consumo de frutas, legumes e verduras https://ed-oesterreichische.at/cialis/. Elas são ricas em vitaminas, minerais e fibras. As vitaminas e minerais ajudam na manutenção e no ótimo funcionamento do seu organismo.

As fibras são alguns carboidratos que não são digeridos pelo organismo, mas que estimulam o funcionamento do intestino.

  • Tente comer feijão pelo menos 1 vez por dia, soja, lentilha, grão-de-bico e outros tipos de leguminosas, pois é proteína e é muito bom para sua saúde!
  • Diminua o consumo de sal. O sal é sim muito bom para a saúde, porem ele deve ser consumido em quantidades mínimas, o excesso pode levar a um aumento de pressão do sangue, e outros tipos de doenças.

Uma boa medida para evitar o sal é usar ervas para compensar a falta de sal, seja criativo!

  • Coma pelo menos 4 vezes ao dia, nunca pule as refeições, mas também não exagere.
  • foto reprodução

    foto reprodução

Para as sobremesas dê preferência para as frutas.

  • No lugar de doces coma cereais integrais, evite de consumir muitos doces, bolos, e biscoitos.
  • Muita água, pois ela é essencial para o funcionamento total do corpo. Afinal, nosso corpo é feito de 60% de água, sendo assim, beba pelo menos 2 litros por dia, não consuma tudo de uma vez só, tome aos poucos, mas o mais importante é toma-los.
  • Se tore mais ativo, ou seja, você deve fazer exercícios regularmente, caminhe, pratique danças, jogue bola, por pelo menos 30 minutos e 3 vezes por semana.

Essas são apenas dicas básicas para você que pretende ter uma vida mais saudável, caso você as pratique e não apresente nenhum resultado, você deve imediatamente consultar sua nutricionista ou seu médico. Pois, algo pode estar errado.

 

O que a má alimentação pode causar?

Obesidade:

É uma doença caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associado a problemas de saúde. As causas da obesidade são fatores genéticos, ambientais e psicológicos.

Dentre as ambientais estão o consumo abusivo, e excessivo de calorias e o baixo gasto energético durante o dia.

Gastrite:

Gastrite é uma inflamação na mucosa do estômago, que tem 2 estágios. Podendo ser aguda ou crônica, nos casos mais graves de gastrite crônica, o agente causador mais comum é uma infecção pela bactéria helicobacter pylori, mas também pode vir a ocorrer devido a um fator hereditário.

Dentre ele stress, má alimentação, realização de poucas refeições durante o dia com grande volume de alimento e com grandes intervalos entre as refeições.

 

Diabetes:

É caracterizada pela falta de produção – ou produção insuficiente – de insulina e também pela ação insuficiente da insulina, o que faz ocorrer um certo aumento na taxa de glicose no sangue. Diabetes tipo II pode estar relacionado com o excesso de peso e a obesidade

Hipertensão:

foto reprodução

foto reprodução

Podemos citar como uma das causas da hipertensão, sem dúvida alguma, a obesidade e o consumo de álcool em excesso, o sal em excesso, tabagismo, sedentarismo e fatores hereditários.

Sem contar que é uma doença com um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares.

Por isso é importante evitar o sal de cozinha em excesso e alimentos ricos em sódio.

Então, se alimentar bem e com qualidade é a melhor saída para emagrecer e aumentar sua taxa de qualidade de vida!

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.